12-12
28

Esposa proíbe enterro de pastor que 'ressuscitará' às 23h30 desta segunda (25.out)

Por Enio Pedroso em 27/10/2021 às 07:30:00

O corpo de Huber Carlos Rodrigues estáva em um refrigerador funerário esperando completar na noite desta segunda (25.out.21) exatas 72h desde sua morte, que aconteceu na sexta (22.out.21). O homem era pastor em Goiatuba, na região sul de Goiás e segundo o advogado da família, a esposa do pastor, Ana Maria de Oliveira Rodrigues, não permitiu que fosse feito enterro do homem, isso porque antes de morrer, o religioso deixou uma revelação à companheira, de que ele ressuscitaria às 23h30 do 3º dia após a sua morte.

Conforme o laudo de óbito, Huber faleceu após complicações cardiorrespiratórias em um hospital de Itumbiara, a 55 km da cidade de Goiatuba. O quadro ocorreu em decorrência de ele ter sido contaminado pela Covid-19. Num documento denominado "declaração", assinado em 2008, o pastor disse que teve divinas revelações do Espírito Santo e que passaria por um "mistério de Deus", onde ressuscitaria às 23h30 - três dias após sua morte. O prazo termina nesta noite.

A funerária da cidade disse que o corpo dele estava refrigerado em uma sala aguardando o prazo em respeito ao pedido da viúva.

O documento citado pela defesa foi compartilhado nas redes sociais. O transcrito diz: "eu terei atendimento médico no qual será constatada a minha morte. Mesmo após confirmado o meu óbito, me revela o Espírito Santo que será expressamente proibido aos médicos ou qualquer outra pessoa tocar no meu cérebro ou no meu corpo físico. (…) A minha integridade física tem que ser totalmente preservada, pois eu ficarei morto por três dias, sendo que no terceiro dia, às 23h30, eu ressuscitarei. Meu corpo, durante estes três dias, não terá mau cheiro nem se decomporá, pois o próprio Deus terá preparado a minha carne e meu cérebro para passar pela experiência". Veja abaixo:

Ele vai ressuscitar às 23h30. Foto: DivugaçãoEle vai ressuscitar às 23h30. Foto: Divugação

A carta diz que a experiência pela qual o pastor passará é semelhante à de três passagens bíblicas: 1) morte e ressurreição de Lázaro, que consta no evangelho do apóstolo João; 2) a ressurreição da filha de Jairo, relatada nos evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas; 2 a ressurreição do filho da viúva de Naim, que está no evangelho de Lucas.

O site Goiás Mais disse que Ana confidenciou a uma irmã que sabia que as pessoas achariam incomum sua atitude. "Muitas pessoas vão dizer que eu estou doida, mas eu tenho que respeitar a intimidade que ele teve com Deus. Ele vai ressuscitar às 23h30. Eu vou para lá 23h", disse. Ana afirma que o corpo de Huber estava "perfeitinho e sem cheiro, em uma sala refrigerada" no domingo.

A esposa estaria enfrentando a negativa da família para seguir com o desejo de Huber. Ela, porém, disse à uma irmã de fé que enfrentaria a família para não fazer cumprir o desejo do pastor. A viúva relatou a outra amiga que a família protesta contra a resistência dela ao sepultamento. "Eles não estão entendendo o meu lado. Mesmo que eles não creiam, eles deveriam saber que estou fazendo isso porque o Huber pediu. Eu prefiro enfrentar a família a ter a consciência pesada para o resto da vida".

Comunicar erro

Comentários

Klin 1
NNOTICIA (ANUNCIAR CONOSCO)
NFM#1