NNOTICIA (ANUNCIAR CONOSCO)

Mais de 2 mil famílias foram beneficiadas no Estado com o Projeto Lote Urbanizado

Por Redação em 03/05/2021 às 08:20:47

Foto: Chico Ribeiro

Sendo uma iniciativa assertiva para oportunizar moradia à popula√ß√£o sul-mato-grossense, o Projeto Lote Urbanizado j√° mudou e est√° mudando a realidade de milhares de famílias do Estado com a realiza√ß√£o do sonho da casa própria em quase cinco anos de exist√™ncia. Dos 79 municípios, 55 j√° investiram ou est√£o investindo em unidades nesta modalidade.

O projeto foi criado na primeira gest√£o de Reinaldo Azambuja e desde ent√£o vem contribuindo para reduzir o déficit habitacional. Ao todo, s√£o 2.002 lotes entregues e outros 436 j√° contratados, em fase de execu√ß√£o.

"A iniciativa do lote urbanizado representa à popula√ß√£o o pontapé inicial para a realiza√ß√£o do sonho da casa própria. O nosso compromisso é fazer tudo o que é possível para tentar resolver da melhor maneira o problema de déficit habitacional em todo o Estado", salientou Eduardo Riedel, secret√°rio de Infraestrutura.

Para os benefici√°rios, acompanhar a constru√ß√£o da própria moradia traz mais tranquilidade, ainda mais quando uma crise global atinge o país inteiro. E é claro que a felicidade também est√° presente no misto de emo√ß√Ķes que conquistas como essa proporcionam às pessoas.

"Eu, minha esposa e meus tr√™s filhos, moramos de aluguel, ent√£o o nosso sonho é erguer a casa para sermos ainda mais felizes. O material j√° est√° comprado", disse emocionado o aposentado Ivanildo Antônio Santa. Ele faz parte dos 30 benefici√°rios do município de Bandeirantes, que no m√™s de mar√ßo assinaram o contrato para dar início a segunda etapa do projeto, a edifica√ß√£o da resid√™ncia. Os terrenos onde foram feitas as bases pertencem ao Loteamento Pedro Celestino e todos foram doados pela prefeitura municipal.

Só no ano passado, foram 325 famílias distribuídas pelos municípios de Amambai, Aquidauana, Caarapó, Corguinho, Coxim, Deod√°polis, Maracaju, Paranaíba, Santa Rita do Pardo, Tacuru e Terenos, que receberam a base. J√° neste ano, a previs√£o é de que chegue a vez dos selecionados de Aral Moreira, Camapu√£, Corumb√°, Dourados, Itaquiraí, Jardim, Paranhos, S√£o Gabriel do Oeste e Sete Quedas.

A comerciante Rozangela Gomes, que participou da última audi√™ncia com a Ger√™ncia de Fiscaliza√ß√£o (GFOS) da Agehab, em Camapu√£, n√£o v√™ a hora de entrar na própria casa. "Foram quase dois anos de espera até ter sido contemplada e sempre acreditei que conquistaria. Agora eu só penso na constru√ß√£o, pois o material j√° est√° comprado e n√£o pretendo demorar para erguer meu lar", explicou ela, que paga R$ 600,00 de aluguel, um valor que n√£o tem retorno.

A iniciativa da Agehab, em parceria com os poderes municipais, tem o intuito de oportunizar às famílias acesso a uma moradia digna "É uma coopera√ß√£o que tem rendido bons frutos para a administra√ß√£o pública e direito à moradia a centenas de famílias", disse a diretora-presidente da autarquia, Maria do Carmo Avesani Lopez.

Em nível estadual, o valor de investimento no Projeto Lote Urbanizado j√° se aproxima dos R$ 27 milh√Ķes, desde o início da gest√£o de Reinaldo Azambuja.

Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Comunicar erro
NFM#1

Coment√°rios

Klin 1