CAMPO GRANDE: Pai mantém filha grávida em cárcere privado durante 4 meses por não aprovar relacionamento

Homem torturava o psicológico da filha, além de ameaçar matar ela e a criança que estava sendo gestada

Por Rafael R. Pinheiro em 20/11/2020 às 14:52:46

Foto Ilustrativa

Uma mulher de 21 anos conseguiu fugir de um cárcere privado promovido pelo próprio pai e pedir ajuda na Delegacia Especializada de Pronto Atendimento à Mulher.

O relato da vítima é de que o seu pai, de 52 anos, não aceitava o relacionamento da jovem com o marido, que começou em Julho de 2019. No começo deste ano a mulher foi até Aquidauana ficar na casa da avó a pedido do pai, sendo que o homem também levou a filha pra cidade de Porto Murtinho pelo pai.

Ao chegar em Porto Murtinho ainda em Janeiro, o homem impediu que a moça mantesse contato com outras pessoas e prendeu a filha na casa do avô, onde ela ficou até Junho, quando foi trazida à Campo Grande com a desculpa de que ela estava com dores na barriga. Durante o cárcere privado o homem ameaçava matar a filha e ainda dizia que ele faria ela perder o filho que estava sendo gestado.

Chegando a Capital Campo Grande a mulher era vigiada e humilhada diariamente com xingamentos e outras agressões psicológicas.

O cárcere teve fim na noite de quinta-feira (19/11), quando a mulher conseguiu sair de sua prisão e procurou ajuda na delegacia. O homem será acusado de sequestro e cárcere privado, além de injúria e ameaça.

Fonte: Midiamax

Comunicar erro
NNOTICIA (ANUNCIAR CONOSCO)
NFM#1

Comentários

Klin 1