CAMAPUÃ: Moradora acusa vizinho de mutilar e torturar galinha arrancando penas e pedaços das asas

A mulher disse que as agressões foram para impedir que a galinha cruzasse a cerca de arame que divide os dois quintais.

Por Rafael R. Pinheiro em 18/11/2020 às 16:29:08

Foto: Ilustrativa

Nesta manhã de quarta-feira (18/11) uma mulher de 49 anos foi até a Delegacia de Polícia Civil de Camapuã para denunciar que sua galinha foi assassinada com várias mutilações e com sinais de tortura. O animal teve penas e pedaços das asas arrancadas e a mulher suspeita que o autor seja seu vizinho.

O registro policial conta que a mulher viajou e voltou na noite de terça-feira (17/11) e percebeu que um de seus animais tinha sido torturado. O animal teve as penas das asas arrancadas e até pedaços das asas do animal tinham sido cortados além das unhas também serem arrancadas. Os pintinhos que pertenciam a galinha também sumiram.

A mulher disse que as agressões aconteceram para impedir que a galinha cruzasse a cerca de arame que divide os dois quintais. O caso foi registrado como maus tratos.

Fonte: Midiamax

Comunicar erro
NNOTICIA (ANUNCIAR CONOSCO)
NFM#1

Comentários

Klin 1