LADÁRIO: Mulher chama motorista de "Preto fedido" e acusa policiais de serem "estupradores e ladrões"

Ao ser presa, mulher ainda tentou dar carteirada dizendo que seu pai era da Marinha

Por Rafael R. Pinheiro em 30/09/2020 às 11:50:59

Foto Ilustrativa

Uma mulher de 31 anos foi levada para a Delegacia de Polícia Civil de Ladário na noite da última terça-feira (29/09) após ofender um motorista de aplicativo de forma racista e desacatar os policiais que atenderam a ocorrência, chamando os mesmos de estupradores.

As informações contam que o motorista foi chamado para uma corrida por volta das 19h desta terça-feira (29/09) na região central da cidade de Ladário.. A passageira estava logo saindo de um bar, quando entrou no carro junto de mais outras 2 pessoas. A racista então começou, sem nenhum motivo aparente, a ofender o homem o chamar de "preto fedido", além de dizer que eles iriam ser roubados pelo motorista devido a cor de sua pele, mesmo com o preço cobrado pela corrida sendo estipulado pelo aplicativo.

O motorista cruzou com uma viatura da polícia militar e resolveu parar para denunciar as ofensas morais e psicológicas que ele estava sofrendo. Ao parar o carro, a mulher também desceu do carro e começaram a ofender os militares, dizendo que eles eram "porcos ladrões" e os chamou de estupradores. A mulher foi levada para a delegacia de polícia e, mas ao chegar no local ela alegou que o pai dela era da Marinha, como se isso importasse pra alguma coisa ou apagasse seus delitos.

A mulher foi detida.

Fonte: SidrolândiaNews

NNOTICIA (ANUNCIAR CONOSCO)
NFM#1

Comentários

Klin 1