26/11 - 30/11

CIDADES: Casal que estuprou, engravidou e obrigou filha a abortar é condenado a 144 anos de prisão pela Justiça

Condenação foi publicada na última sexta-feira no Diário da Justiça

Por Rafael R. Pinheiro em 21/09/2020 às 09:00:00

Foto Ilustrativa

Um casal morador de Fátima do Sul foi condenado na última sexta-feira a 144 anos de prisão no total, pelo estupro de suas 4 filhas adotadas. O homem é o acusado de abusar das 4 meninas, além de espancá-las e ter engravidado uma das crianças, obrigado a menina a abortar e jogado o feto em uma fossa.

O registro do caso conta que as 4 meninas foram estupradas ao longo de 7 anos, sendo que uma delas engravidou, e o homem teria cometido a atrocidade contra o feto. Os levantamentos apontam que as crianças já eram estupradas antes mesmo de serem adotadas, no abrigo onde moravam.

A mãe adotiva, esposa do acusado, sabia dos crimes e concordava, ainda dizendo durante o interrogatório que a culpa dos crimes era das vítimas que, segundo ela, eram "assanhadas". Os policias contam que a mulher jamais demonstrou sentimento materno pelas filhas e nada manifestou em favor das meninas.

Hoje as vítimas são todas maiores de 18 anos, e foi confirmado que o casal não tinha qualquer sentimento familiar para com elas.

O homem foi condenado a 96 anos de prisão e está detido, a esposa foi condenada a 48 anos de reclusão e poderá recorrer a liberdade, mas cumprirá a pena em regime fechado. A sentença foi publicada no Diário da Justiça desta sexta-feira (18/09).

Fonte: Midiamax

Comunicar erro
NNOTICIA (ANUNCIAR CONOSCO)
NFM#1

Comentários

Klin 1